DESCUBRA COMO CONSUMIR O ÓLEO DE CÁRTAMO PARA EMAGRECER. VEJA TAMBÉM SEUS EFEITOS COLATERAIS E BENEFÍCIOS PARA O CORPO

O óleo de cártamo é a substância extraída das sementes da planta Carthamus tinctorius L. Essa planta possui de 30 a 150 centímetros de altura e cada flor tem cinco cabeças contendo 15 a 20 sementes cada uma.

O óleo de cártamo é insípido e incolor e, como se trata de um óleo vegetal comestível, ele passou a ser comercializado em cápsulas gelatinosas.

No emagrecimento, ele é utilizado como um suplemento para o controle de peso e de apetite.

PUBLICIDADE

Publicidade: Reduce 4 Slim

 

Benefícios do Óleo de Cártamo

Como tomar cartamo em óleo?

Por ser um antioxidante natural, o óleo de cártamo possui propriedades poderosas que aceleraram o metabolismo das gorduras, auxiliando assim no emagrecimento.

Ou seja, ele é um bom suplemento para emagrecer.

Para conferir tudo o que o óleo de cártamo oferece, a nutricionista Paula Avelar, especialista em nutrição esportiva, listou para o Emagrecendo.info alguns de seus muitos benefícios:

• Aumenta a saciedade

• Acelera o emagrecimento

• Possui função antioxidante

• Reduz o colesterol

• Tonifica e define a musculatura do corpo

Além disso, o óleo de cártamo pode também melhorar os níveis de glicemia e hemoglobina em diabéticos, melhorar a sensibilidade à insulina e contribuir para diminuir o risco de doença cardíaca.

 

Óleo de Cártamo Emagrece?

Óleo de Cártamo emagrece?

Existem dois tipos de óleo de cártamo, que diferem pela quantidade de gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas.

A diferença entre os dois só pode ser determinada em laboratório. Os que possuem alta porcentagem de ácidos monoinsaturados têm um alto teor de ácido oleico, já os ricos em ácidos poliinsaturados contém grandes quantidades de ácido linoleico.

Portanto, o óleo de cártamo é composto por ácido oléico (ômega 9) e, principalmente, por ácido linoleico (ômega 6). “Por ser gordura, auxilia na redução de apetite, aumentando a saciedade”, explica dra. Paula.

Além disso, ele promove a lipólise (quebra) e oxidação (queima) de gordura. Ou seja, o óleo de cártamo facilita o emagrecimento.

Ainda, para complementar, estudos indicam que esse óleo contém substâncias que “obrigam” o organismo a usar a gordura acumulada como combustível contribuindo para uma eliminação em maior quantidade.

Se você quer emagrecer naturalmente em poucas semanas, recomendamos que você conheça este método de inteligente (clique aqui)

 

Como tomar óleo de cártamo?

O consumo diário do óleo de cártamo, segundo a nutricionista, normalmente é recomendado através da ingestão de cápsulas.

“Trinta minutos antes das refeições – almoço e jantar – e, trinta minutos antes da atividade física”, explica dra. Paula.

PUBLICIDADE

Publicidade: Emagrecer de Vez

 

Restrições de consumo

Segundo a dra. Paula, pacientes alérgicos ao óleo de cártamo, gestantes, lactantes, diabéticos e crianças não podem (nem devem) utilizá-lo para qualquer finalidade.

 

Vale a pena tomar esse Óleo?

Vale a pena introduzir o óleo de cártamo em sua dieta, sem dúvida nenhuma!

Inclusive, ele pode melhorar sua saúde também.

 

NOSSA RECOMENDAÇÃO:

 

REPROGRAME SEU METABOLISMO PARA QUEIMAR GORDURA DE FORMA NATURAL

Código Emagrecer de Vez, de Rodrigo Polesso

Se você quer emagrecer mas não quer ficar consumindo as cápsulas duas vezes ao dia, conheça o método Código Emagrecer de Vez.

Ele é um sistema de emagrecimento inteligente, que promove um emagrecimento natural e acelerado reeducando seu metabolismo para queimar gordura.

O Código EDV hoje é o sistema de emagrecimento natural mais vendido do Brasil. Clique no link abaixo para ler nossa avaliação completa sobre ele:

➤ Clique aqui para ler nossa avaliação sobre o Código Emagrecer de Vez

 

AUTORA: DANIELA SCHIAVON – Blogueira especializada em saúde e boa forma, avaliadora de produtos e suplementos. – Saiba mais sobre a autora
ATENÇÃO: AS INFORMAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PRESENTES NESTE SITE POSSUEM CARÁTER MERAMENTE INFORMATIVO E NÃO PODEM SUBSTITUIR O ACONSELHAMENTO E ACOMPANHAMENTO DE MÉDICOS, NUTRICIONISTAS, EDUCADORES FÍSICOS E OUTROS PROFISSIONAIS DE SAÚDE.

Atualizado em