APRENDA COMO MELHORAR SUA SAÚDE, SACIAR A FOME E AINDA ASSIM PERDER PELO MENOS 1 KG POR SEMANA COM A DIETA DO CARBOIDRATO

Uma regra recorrente nas dietas é a redução ou corte total no consumo de carboidratos (pães, massas e similares). Mas será que essa é mesmo a melhor maneira para se perder peso? Como emagrecer de vez?

Com a evolução da tecnologia e o maior acesso a informações, o número de pessoas que buscam adquirir conhecimento sobre alimentação e nutrientes cresceu de forma exponencial.

De acordo com dados do IBGE divulgados em fevereiro de 2018, mais de 60% dos brasileiros possuem acesso à internet, o que totaliza pouco mais de 115 milhões de pessoas.

E quando se une acesso à informação e alimentação saudável, grande parte das pesquisas realizadas em termos nutricionais envolve o carboidrato.

Dietas de carboidrato, que selecionam o tipo ou mesmo restringem esse macronutriente (como a dieta low-carb) vêm sendo cada vez mais adotadas por pessoas que buscam saúde e emagrecimento.

Hoje nosso artigo fala especificamente sobre a dieta do carboidrato, que restringe os tipos e o consumo, mas não o reduz a ponto de ser considerada uma dieta low-carb.

Se você quer saber mais sobre o tema, não deixe de ler o conteúdo a seguir.

 

Afinal, o que é carboidrato?

O que é carboidrato?

Antes de falar sobre dieta sem carboidrato, é importante explicar o que é o carboidrato.

O carboidrato é um macronutriente, ou seja, um nutriente necessário para o funcionamento do organismo, existem ao todo três diferentes macronutrientes: gordura, proteína e carboidrato.

O carboidrato é considerado por muitos como uma fonte alimentar geradora de energia.

Ou seja, assim que é consumido, esse nutriente é transformado em glicose pelo organismo. Essa glicose atua como combustível para células de todo o corpo.

Se você quer emagrecer em semanas com alimentação low carb, recomendamos que você conheça este método inteligente (clique aqui)

 

Classificação dos carboidratos

Os carboidratos são classificados de três formas:

  • Monossacarídeos
  • Dissacarídeos
  • Polissacarídeos

 

MONOSSACARÍDEOS

Os monossacarídeos são açucares simples, bem conhecidos das pessoas.

Os principais são: a glicose, a frutose, que como o nome já sugere, é encontrada em frutas e também no mel; e a galactose, encontrado em glândulas mamárias.

Carboidratos classificados como monossacarídeos recebem esse nome pois possuem apenas uma molécula de açúcar.

 

DISSACARÍDEOS

Os dissacarídeos são compostos por duas moléculas de açúcar.

Os principais são: a sacarose, encontrada em beterraba, cana de açúcar e xarope de bordo; da lactose, encontrada em leites e derivados; e na maltose, presente em cereais e cervejas e sementes que passam por processo germinativo.

 

POLISSACARÍDEOS

Os polissacarídeos contêm em sua composição três ou mais moléculas de açucares e são encontrados principalmente em sementes, e diferentes tipos de grãos.

Como citado anteriormente, o carboidrato pode gerar energia para o organismo. Sendo assim, muitas pessoas devem estar pensando nesse momento: “então o consumo de carboidrato é benéfico à saúde”.

Acontece que isso nem sempre é verdade, afinal, existem diferentes tipos de carboidratos, e ter conhecimento disso é fundamental para se manter saudável.

PUBLICIDADE

Publicidade: Reduce 4 Slim

 

Diferentes tipos de carboidratos

Quantos tipos de carboidrato existem

Os carboidratos são divididos basicamente em duas classes:

  • Simples
  • Complexos

 

Carboidratos simples

Carboidratos simples possuem estrutura química reduzida e são feitos basicamente de uma ou duas moléculas de açúcar, ou seja, monossacarídeos e dissacarídeos.

Essa forma de carboidrato é a fonte de energia mais rápida que existe, pois são rapidamente digeridos pelo organismo.

Essa velocidade de digestão não é benéfica à saúde , pois causa altos picos de glicose sanguínea e de insulina, que pode resultar em uma série de problemas de saúde, como o diabetes tipo 2, por exemplo.

Os alimentos ricos em carboidratos simples, possuem como principal característica o forte gosto adocicado. As principais fontes desse tipo de carboidrato são:

  • Açucares refinados
  • Pão francês
  • Xarope de milho
  • Mel
  • Melaço
  • Doces industrializados
  • Sucos de frutas
  • Refrigerantes
  • Massas feitas com farinha de trigo
PUBLICIDADE

 

Carboidratos complexos

Feitos de diversas moléculas de açucares unidas, os carboidratos complexos são popularmente chamados de amido.

Os polissacarídeos são considerados cientificamente como carboidratos complexos.

Por conta de seu tamanho molecular aumentado, os carboidratos complexos são digeridos e absorvidos de maneira mais lenta, não causando os altos picos de glicose sanguínea que os carboidratos do tipo simples provocam em seus consumidores.

Seu consumo, fornece energia de maneira gradual e constante a seus consumidores. Geralmente, carboidratos complexos também possuem em sua composição fibras alimentares (fundamentais para a flora intestinal), vitaminas e minerais.

As principais fontes de carboidratos complexos são:

  • Vegetais verdes folhosos dos mais variados tipos
  • Grãos e alimentos integrais, como aveia e alimentos integrais
  • Tubérculos ricos em amido, como batata-doce, milho, abóbora e mandioquinha
  • Leguminosas como lentilha, feijão, grão de bico e ervilhas

Reprograme seu metabolismo para queimar gordura em “piloto automático” com a dieta do carboidrato:  Código Emagrecer de Vez (clique aqui)

 

Valor calórico dos carboidratos

o valor calórico lowcarb

Muitas pessoas acreditam que o carboidrato é calórico e que esse é o seu problema. No entanto, isso não é verdade.

Os carboidratos possuem o mesmo teor calórico das proteínas, em cada grama de carboidrato existem 4 calorias.

 

Índice glicêmico e carga glicêmica

Outro ponto importante a ser debatido no consumo de carboidratos é o índice glicêmico e a carga glicêmica.

O índice glicêmico é considerado um indicador de velocidade. Esse índice permite ter conhecimento de como o carboidrato presente em determinado alimento chegará a corrente sanguínea e irá alterar os níveis de glicose sanguíneo.

Carboidratos simples, possuem índice glicêmico muito maior do que carboidratos complexos, ou seja, eles elevam rapidamente os níveis de açúcar no sangue facilitando a ocorrência de uma série de problemas de saúde.

Uma vez que o índice glicêmico diz respeito diretamente à velocidade do aumento da glicemia sanguínea por conta do consumo de carboidratos, a carga glicêmica está ligada à quantidade de carboidrato presente em determinado alimento.

Quanto mais carboidrato um alimento tem, maior será seu poder de alteração da glicemia sanguínea.

 

Como o carboidrato age no organismo

Ação do carbo no corpo para emagrecer

Como citado anteriormente, o carboidrato é considerado por muitos como um fornecedor de energia para as células.

Quando se consome um alimento rico em carboidrato, sua digestão tem início rápido.

Enzimas presentes na saliva, quebram as moléculas de carboidrato fazendo com que eles rapidamente cheguem à corrente sanguínea, causando assim, aumento da glicose.

Quando o organismo percebe que há o aumento de glicose disponível no sangue, rapidamente libera a insulina, um hormônio que facilita a entrada de glicose nas células.

No entanto, não se faz necessário grandes quantidades de carboidrato para fornecimento de energia corporal.

E uma vez que as células são abastecidas com glicose, a insulina deixa de agir como carregadora, de glicose e passa a armazenar essa glicose excedente em forma de energia para ser utilizada posteriormente.

O grande problema nisso tudo é que a forma de energia a ser utilizada posteriormente nada mais é do que gordura corporal.

E altas taxas de gordura corporal contribuem para um declínio da saúde, facilitando o surgimento de uma série de problemas.

É exatamente por isso que uma dieta sem carboidrato, ou com baixos índices desse macronutriente se faz tão importante para todas as pessoas que buscam saúde..

Reprograme seu metabolismo para queimar gordura com este método que combina low-carb com avançadas técnicas de alimentação (RECOMENDADO): clique aqui para conhecer o Código Emagrecer de Vez

 

Problemas de Saúde Ligados ao Consumo Excessivo de Carboidratos

consumo excessivo de carboidratos

Cada vez mais estudos vêm relacionando o consumo excessivo de carboidratos com diferentes patologias. Dentre as principais patologias relacionadas ao consumo de carboidrato estão:

Sobrepeso e obesidade
Diabetes tipo 2
Esteatose hepática
Hipertensão arterial
Síndrome metabólica
Alterações cardiovasculares
Mal de Alzheimer
Câncer

 

Os Benefícios da dieta do carboidrato

Os benefícios para a saúde

Os principais benefícios de uma dieta que controla os carboidratos são:

  1. Prevenção de patologias
  2. Aumento de saciedade
  3. Emagrecimento

 

#1 – Prevenção de patologias

A diminuição do consumo de carboidratos auxilia diretamente no controle dos níveis de glicose sanguínea, assim como no metabolismo da insulina.

Com a quantidade de açúcar no sangue controlada, menos resistente à insulina um organismo será, isso dificulta o acúmulo de gordura corporal de modo exagerado, prevenindo assim todas as patologias citadas anteriormente.

O resultado é uma vida muito mais saudável.

PUBLICIDADE

 

#2 – Aumento da saciedade

Com a diminuição do consumo de carboidratos, automaticamente ocorre um aumento do consumo dos outros macronutrientes, ou seja, gordura e proteína.

Uma pessoa que se alimenta com gorduras de qualidade e proteínas de alto valor biológico, tem um melhor senso de saciedade, consumindo apenas o que seu organismo realmente necessita para se manter funcionando de modo adequado e saudável.

 

#3 – Perda de peso

O consumo de carboidratos contribui para o acúmulo de gordura corporal. Quando eles são ingeridos em poucas quantidades, o organismo automaticamente passa a utilizar o próprio acumulo de gordura como fonte de energia.

O resultado disso é um emagrecimento facilitado, saudável e o melhore de tudo: Duradouro.

 

Como começar?

Como começar a dieta low carb

Como vimos acima, os carboidratos nem sempre são os vilões que se imagina.

Pois quando consumidos sem exagero e de forma correta, focando nos carboidratos complexos, eles podem proporcionar um emagrecimento bem significativo.

Além disso, uma dieta de carboidrato que os inclui sem exagero evita a instalação de uma série de patologias, além de trazer benefícios externos e internos.

Portanto, se quiser começar sua dieta do carboidrato, é importante que você fique atento à complexidade e à quantidade dos carboidratos que ingere.

Agora, se você deseja acelerar seus resultados com esta dieta, emagrecendo mais rapidamente e com saúde total, leia nossa recomendação a seguir…

 

NOSSA RECOMENDAÇÃO:

 

REPROGRAME SEU METABOLISMO PARA QUEIMAR GORDURA COM A DIETA DO CARBOIDRATO

Rodrigo Polesso, expert em alimentação saudável

Você deseja testar um estilo de vida low-carb sem estresse e com muito mais saúde?

Então você precisa conhecer o Código Emagrecer de Vez, que combina os princípios de corte de carboidratos na medida ideal, permitindo resultados impressionantes de emagrecimento em pouquíssimo tempo.

Se você se comprometer com os princípios do Código EDV, verá seu metabolismo se transformar em uma máquina de derreter gordura em piloto automático!

Clique aqui para ler nossa avaliação do Código e conhecer melhor este avançado programa de emagrecimento.

Ou:

Clique Aqui e confira a apresentação de Rodrigo Polesso sobre o Código Emagrecer de Vez.

 

AUTORA: DANIELA SCHIAVON – Blogueira especializada em saúde e boa forma, avaliadora de produtos e suplementos. – Saiba mais sobre a autora
ATENÇÃO: AS INFORMAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PRESENTES NESTE SITE POSSUEM CARÁTER MERAMENTE INFORMATIVO E NÃO PODEM SUBSTITUIR O ACONSELHAMENTO E ACOMPANHAMENTO DE MÉDICOS, NUTRICIONISTAS, EDUCADORES FÍSICOS E OUTROS PROFISSIONAIS DE SAÚDE.

Atualizado em