namorar engordaSerá que namorar realmente engorda? Ou depende de como cada um encara seu relacionamento? O fato é que ganhar peso não pode estar necessariamente ligado a um namoro, a uma convivência a dois.

Segundo a psicóloga Letícia Alves, formada pela Universidade Metodista de São Paulo, o aumento de peso normalmente acontece por uma soma de diversas situações, e não tem origem em um relacionamento estável. “Não se engorda, por exemplo, por se sentir estabilizada emocionalmente ou por estar em uma relação amorosa, independente do estado civil”, explica dra. Letícia.

Segundo ela, deve-se questionar primeiramente se há problemas hormonais e nutricionais em jogo, por exemplo, para daí em diante chegar à razão do ganho de peso.

Auto-estima a mil

É tão gostoso quando temos uma companhia agradável, sincera e que gosta de nós exatamente como somos, não é mesmo? Namorar, para a grande maioria das mulheres, é uma realização pessoal. Ficamos com maior auto-estima, nos sentimos mais bonitas, mais desejadas. Tal companhia passa a fazer parte de nossa vida, dia a dia, fins de semana.

Passamos a compartilhar experiências, ideias, desejos em comum. Curtimos passeios, viagens, lugares diferentes. Tudo faz parte do pacote! Até mesmo sair para experimentar comidas diferentes.

É muito comum, entre os casais, o hábito de sair para almoçar ou jantar fora. Mas será que esse hábito pode prejudicar nossa aparência?

Espelho, espelho meu!

Quando se está solteira, a maioria das mulheres se preocupa com a aparência no sentido de ficar cada vez mais bonita e atraente para encontrar um bom pretendente. Quando se entra em um relacionamento mais estável, também pode surgir essa mesma preocupação: estar sempre em forma para manter o relacionamento. Você já passou por algo assim?

Pois então. Essa vaidade comum entre namorados faz com que nos preocupemos com a aparência de forma saudável, para nos sentirmos melhor com o espelho.

namorar-engorda-2

Cada cabeça, uma sentença

A mente humana é realmente complexa. Existem mulheres que estão à procura de um companheiro, um namorado e, quando não o encontram, acabam por desanimar. A auto-estima vai lá para o andar de baixo.

Nos sentimos feias, nada atraentes e o espelho deixa de ser nosso amigo. E nosso objetivo principal, que é encontrar um parceiro, vai por água abaixo. Ficamos preocupadas e tristes.

Por outro lado, também existem mulheres que, mesmo acompanhadas, não estão preocupadas com a aparência e acabam relaxando. “Já que ele gosta de mim assim, vou continuar da mesma forma”. Ambas as situações podem ser mais comuns do que se imagina.

Porém, o que devemos, antes de tudo, é ter a consciência de que precisamos nos sentir bonitas para nós mesmas!
Afinal, somos nós que nos vemos de manhã, à tarde e à noite, não é mesmo?!

Somos nós que devemos ter a obrigação de nos gostar da forma que somos. E digo mais: se não estamos contentes com algo, que mudemos para nos sentir ainda melhor! Mas que mudemos por nós, nunca pelos outros! O lema é ser feliz consigo mesma!

A felicidade não é uma ilusão

Segundo a dra. Letícia a sensação de felicidade é fruto da variabilidade. “A auto-estima elevada não está condicionada a um relacionamento feliz, mas sim à probabilidade de obter sucesso em diferentes segmentos da vida: profissional, educacional, amoroso, familiar e social”, comenta a psicóloga.

O autoconhecimento é uma ótima ferramenta para aumentar a probabilidade desse sucesso. “Dessa forma você terá um controle de seus sentimentos para distinguir e viabilizar cada vez mais o contato com o que lhe faz bem”, complementa dra. Letícia.

O autoconhecimento está relacionado com outros fatores de nossa vida que incluem, entre outras coisas, nutrição e psicologia. Esse conhecimento faz com que seja possível não engordar quer você esteja em um relacionamento ou não.

O livro emagrecer de vez ensina a como perder peso mas não a felicidade.

Determinação

Então, o que podemos concluir com as colocações acima é que o ganho de peso não precisa e nem está diretamente ligado ao fato de estarmos solteiras ou em um relacionamento sério.

Em qualquer estado, solteira ou acompanhada, temos de cuidar de nossa aparência para sempre estarmos bem. Não podemos, de forma alguma, desanimar, achando que “ninguém nos quer”. Não é por aí! O segredo é ter em mente que somos pessoas interessantes e que, se ainda não encontramos a tampa da nossa panela, mais cedo ou mais tarde isso vai ocorrer.

E se namoramos, não devemos deixar a peteca cair. Sempre temos de procurar nos arrumar para, antes de mais nada, ficarmos bem com a gente, para depois então agradar o parceiro.

AUTORA: DANIELA SCHIAVON – Blogueira especializada em saúde e boa forma, avaliadora de produtos e suplementos. – Saiba mais sobre a autora

Atualizado em